Reino Unido: SURTO DE VARÍOLA AUMENTOU PARA O DOBRO DE CASOS CONFIRMADOS

O surto de varíola na Grã-Bretanha aumentou para o dobro de casos confirmados, declararam hoje as autoridades de saúde. A Grã-Bretanha tem armazenadas milhares de vacinas e tratamentos contra esta doença, entre medos de que a actual onda de casos seja apenas a ponta do iceberg.

Nove britânicos foram diagnosticados com o vírus contagioso até agora, mas outros 11 devem ser confirmados durante os próximos dias, diz o jornal The Times. A maioria dos casos não está entre si relacionada, sugerindo que se está a espalhar mais amplamente, embora o Governo esteja a considerar uma campanha de saúde pública para alertar os gays de que pode ser mais contagiante entre eles.

Embora a varíola não seja classificada como uma doença sexualmente transmissível, muitos casos recentes no Reino Unido ocorreram em homens que fazem sexo com outros homens. O órgão de fiscalização de medicamentos do Reino Unido disse ao MailOnline que estava a monitorizar o actual surto e a “trabalhar com várias empresas para administrar rapidamente os tratamentos adequados”.

Os chefes de saúde também revelaram ao mesmo jornal, que compraram milhares de doses de vacinas e já as estão a colocá-las à disposição de contactos próximos de britânicos infectados.

Medicamentos antivirais e vacinas preparadas para combater a varíola têm proteção cruzada contra a varíola dos macacos, com os dois vírus geneticamente muito semelhantes. Este surto foi descrito como “fora de comum” por especialistas porque a transmissão de pessoa para pessoa da varíola dos macacos era considerada extremamente rara.

Seis dos casos da Grã-Bretanha são em homens gays ou bissexuais, o que as autoridades dizem ser “altamente sugestivo a disseminação em redes sexuais”.

Career Opportunities
Go to TOP
Translate »