Reino Unido: AMANHÃ VAMOS A VOTOS NA GRÃ-BRETANHA E TRABALHISTAS DEVEM SUBSTITUIR OS CONSERVADORES NO GOVERNO

Amanhã o Reino Unido vai a votos. Tudo leva a crer que o vencedor será o Partido Trabalhista com uma maioria de 18%, com cerca de 14% indecisos até à chegada às urnas. A serem verdadeiras as sondagens até agora apresentadas , o número dos indecisos não ultrapassa a vantagem dos trabalhistas e, por isso, pode dizer-se que ao Conservadores vão abandonar o poder e transitarem para a oposição. Só os resultados nos trarão a verdade dos factos.

Segundo a BBC, tem havido um pequeno mas notável estreitamento nas sondagens, escreve o analista político Peter Barnes. As sondagens publicadas esta semana tendem a mostrar os Conservadores a ganhar um pouco de apoio, enquanto os trabalhistas recuaram ligeiramente. Terá a entrada de Boris Johnson provocado alguma reação de última hora? Ou foi tarde demais…

E, de facto, se compararmos as sondagens de agora com as do início da campanha, ambos os partidos viram a sua classificação média cair, mas a dos trabalhistas caiu um pouco mais do que a dos conservadores.

Este facto não deve ser exagerado. Os trabalhistas continuam a ter uma vantagem dominante de cerca de 18 pontos em média.

O ReformUK está em terceiro lugar – a subida do seu apoio a meio da campanha estagnou nas duas últimas semanas.

Os Liberais Democratas estão acima do ponto em que começaram a campanha. Os Verdes, o SNP e o Plaid Cymru têm-se mantido bastante estáveis ao longo da campanha.

Se olharmos para a sondagem das sondagens nos últimos dias, nenhuma indica a possibilidade dos trabalhistas estarem em perigo de as perder. Assim, só nos resta esperar até amanhã e analisar os resultados.

Para já, uma nota à parte. Nestas eleições só podem votar nacionais (britânicos) e os rumores que correram pelas ‘redes sociais’ estão erradas. Não é preciso apenas estar inscrito nas listas eleitorais. Todos os residentes que não tiverem a nacionalidade britânica não podem votar. Por outro lado, todos os que são, ou se tornaram cidadãos britânicos são agora obrigados a apresentarem uma prova de identidade para poderem votar.

Mario Rufino
Go to TOP
Translate »