Reino Unido: ESPECIALISTA DA BBC REVELA MÉTODO RÁPIDO PARA SABER SE PAGA DEMASIADO ‘COUNCIL TAX’

Martin Lewis, o especialista em poupança de dinheiro, esteve na BBC, no programa Good Morning Britain, e revelou um método rápido e fácil para verificar se está a pagar demasiado imposto municipal.

O imposto municipal (Council Tax) é um pagamento feito para financiar os serviços dos municípios, incluindo a recolha de lixo, as escolas e a reparação de estradas. Cada família é colocada numa faixa que vai de A a D, que se baseia na avaliação da propriedade.

Em primeiro lugar, Martin acha que deve comparar o seu escalão com o dos vizinhos para ver se o seu pagamento é mais elevado.

O especialista explica que “[Tenho] duas verificações para si. Primeiro, os vizinhos. De preferência, com casas idênticas, mas, se não for o caso, semelhantes. Não precisa de lhes perguntar. Vá a gov.uk para verificar o seu escalão de imposto municipal, ou a saa.gov.uk se estiver na Escócia”.

Em seguida, Martin diz que deve comparar a sua faixa de imposto municipal com o preço da sua propriedade em 1991, sendo que cada faixa de preço se enquadra numa faixa municipal diferente.

A segunda verificação que deve fazer não é probatória, mas fá-la para ter paz de espírito. Tem de calcular o valor da sua casa em 1991 e em que escalão se encontrava.

O que se faz é descobrir quando se comprou a propriedade… e convertê-la para os preços de 1991. Parece complicado, mas há ferramentas gratuitas ‘online’ que o fazem por si.

No entanto, Martin advertiu: “Não reclame, a menos que passe nos dois controlos. Só recorra se ambos os controlos forem claramente vencedores; se for apenas o controlo de vizinhança, não é seguro recorrer”.

O perito também explicou quem pode beneficiar de descontos no imposto municipal, dizendo: “Se houver um adulto em casa, tem um desconto de 25 por cento.

Se não houver adultos, não se paga nada. Mas o que é importante compreender é que algumas pessoas não contam como adultos, perdoe-me a expressão.

Se tiver menos de 18 anos, não é considerado adulto, estudantes a tempo inteiro e alguém com uma deficiência mental grave… pode ser Alzheimer, pode ser demência.

Por conseguinte, se viverem com um parceiro em casa, podem tecnicamente ser um adulto [classificado como residente], pelo que lhe é devido o desconto de pessoa solteira.

Acrescentou ainda: “Além disso, vale a pena dizer que, se tiver baixos rendimentos, se receber prestações sociais e se tiver direito pensão de crédito, o desconto é determinado por cada município.

Por último, se tiver uma deficiência e tiver tido de alterar a sua casa devido a essa deficiência, isso pode permitir-lhe descer um escalão”.

Santander Internacional
Go to TOP
Translate »