EUROPEU/FUTEBOL: PORTUGAL GARANTE OS ‘OITAVOS’ DE FINAL AINDA COM UM JOGO EM MÃO

A equipa portuguesa ultrapassou tranquilamente a Turquia por 3-0, na segunda jornada do Grupo F do Euro2024, com exibição segura e convincente, garantindo o apuramento para os oitavos de final e o primeiro lugar do grupo de classificação.

No Signal Iduna Park, em Dortmund, os comandados de Roberto Martínez, que somou a 12.ª vitória em 12 jogos oficiais, dominaram a partida frente ao adversário teoricamente mais difícil no grupo e conseguiram uma vitória sem contestação, com golos de Bernardo Silva (21 minutos) e Bruno Fernandes (56), com um autogolo de Samet Akaydin (28) pelo meio.

O selecionador de Portugal fez apenas uma alteração no ‘onze’ que venceu o jogo de estreia frente à República Checa (2-1), com o médio João Palhinha a ser chamado à titularidade no lugar do lateral Diogo Dalot, abandonando o esquema de três centrais.

A entrada de Palhinha para a posição de médio defensivo deu mais liberdade aos restantes médios portugueses, com Bruno Fernandes a surgir mais adiantando no terreno, nas costas de Cristiano Ronaldo.

O primeiro remate aconteceu logo aos dois minutos, com Ronaldo a surgir em boa posição, mas a disparar fraco. A resposta da Turquia foi forte e causou calafrios na formação lusa, com Kerem Aktürkoglu a surgir solto na área, mas a não conseguir o desvio.

Com o passar dos minutos, Portugal, apesar de nem sempre trocar a bola de forma rápida e incisiva, assumiu o comando do jogo e aos 21 minutos adiantou-se no marcador, depois de uma jogada de entendimento na esquerda entre Rafael Leão e Nuno Mendes, que fez o cruzamento rasteiro para a área, com a bola a ser cortado por Kökçü e a sobrar para o remate de Bernardo Silva.

O médio do Manchester City conseguiu o primeiro golo numa fase final, na quarta participação, incluindo Europeus e Mundiais.

Apesar de estarem em desvantagem nas bancadas – 10 mil contra 30 mil -, foram os adeptos lusos que voltaram a ter motivos para festeja pouco depois, aos 28 minutos, num lance caricato que valeu o segundo golo a Portugal.

Depois de um mau passe de Cancelo para Ronaldo, a bola sobrou para o defesa Samet Akaydin, que, sem olhar, atrasou e apanhou o seu guarda-redes fora da baliza, com a bola encaminhar-se lentamente para lá da linha de golo.

Na resposta aos dois tentos lusos, Kerem Aktürkoglu, um dos mais inconformados do lado turco, voltou a apostar numa jogada individual, que só foi travada com uma boa intervenção do guarda-redes Diogo Costa.

Antes do intervalo, nota ainda para o cartão amarelo mostrado a Rafael Leão, o segundo no torneio, ambos por alegada simulação, que leva o dianteiro luso a ficar de fora da partida com a Geórgia.

Ao intervalo, Martínez, trocou os ‘amarelados’ João Palhinha e Rafael Leão por Rúben Neves e Pedro Neto, enquanto do lado turco o benfiquista Kökçü já não regressou para a segunda parte.

A Turquia tentava responder, mas a defesa lusa era liderada por um intratável Pepe, que, aos 41 anos, fez vários cortes importantes durante a partida, até que, aos 56 minutos, Portugal conseguiu voltar a aumentar a vantagem e sentenciar a partida.

Rúben Neves lançou Ronaldo nas costas da defesa turca, com o ‘capitão’ a ficar isolado em frente ao guarda-redes, mas a optar por colocar no meio em Bruno Fernandes, que se limitou a encostar.

A boa exibição da seleção lusa silenciou os adeptos turcos em Dortmund, com os portugueses a fazerem a festa e até deu tempo para Ronaldo pousar para uma fotografia com um jovem adepto que invadiu o relvado e para a estreia de João Neves na prova, tornando-se no terceiro mais novo em fases finais de Europeus por Portugal, atrás de Renato Sanches e Ronaldo.

Segue-se a Geórgia, na quarta-feira, para fechar a fase de grupos, numa jogo que já não vai afetar as contas de Portugal na ‘poule’, e depois um confronto com um dos terceiros classificados nos oitavos de final.

VitaSmile - Dentistas em Londres
Go to TOP
Translate »