Reino Unido: O ‘COUNCIL TAX’ (IMPOSTO CAMARÁRIO) “PODEDERÁ SUBIR £120 POR ANO” DEPOIS DO TESOURO PERMITIR O AUMENTO DAS FATURAS ÀS AUTORIDADES LOCAIS – afirma relatório

Segundo um relatório, o orçamento de uma família média poderá ser afetada por aumentos do imposto municipal (council tax) até 120 libras por ano (cerca de £12/mês por 10 meses). Jeremy Hunt, ministro das Finanças, irá, alegadamente, dar luz verde às autoridades locais inglesas para permitirem que as faturas municipais subam até cinco por cento a partir de abril do próximo ano.

Isto apesar do Governo enfrentar os apelos dos deputados conservadores para reduzir os impostos antes das eleições gerais (em Maio de 2024). No ano passado, a autoridade cobrou aos agregados familiares da Banda D em Rutland as taxas de imposto municipal mais elevadas do país, no valor de £2.365,56. Mas, se permitido, as autarquias locais e os serviços de polícia e de bombeiros poderão aumentar as suas faturas em mais de £120, para £2.486,32.

E os agregados familiares que pagam os níveis mais elevados de imposto municipal em Rutland terão de pagar cerca de 240 libras a mais do que no ano passado, noticia o The Telegraph. Dezenas de outras áreas das autarquias locais poderão também ver as suas faturas municipais aumentarem mais de 100 libras, refere o jornal.

Pensa-se que o ministro das Finanças quer dar às empresas uma enorme redução de impostos através do alargamento das “despesas totais”, o que significa que o IRC pode ser recuperado em caso de investimentos.

Por outro lado, é provável que os aumentos dos impostos municipais ultrapassem a inflação, que se situa atualmente em 4,6% e que deverá cair ainda mais nos próximos meses.

As Câmaras Municipais só deverão decidir no próximo ano quanto irão aumentar os impostos municipais e, em anos anteriores, a maioria optou por aumentar o montante máximo permitido sem exigir um referendo local, que dificilmente teria sido bem-sucedido.

Acredita-se que, na próxima semana, o Tesouro confirme que as autoridades locais serão autorizadas a aumentar as faturas em três por cento e mais dois por cento para a assistência social, se forem responsáveis por ela. As forças policiais serão autorizadas a aumentar a sua quota-parte em 15 libras e os bombeiros em 5 libras.

Teme-se que a Câmara Municipal de Birmingham, a maior da Europa, possa vir a ter poderes para aumentar o imposto municipal para além dos cinco por cento, depois de ter sido declarada efetivamente falida em setembro, obrigando o Governo a enviar comissários e investir.

Já o bairro londrino de Croydon recebeu poderes semelhantes no ano passado, depois de ter sido autorizado a aumentar as faturas do imposto municipal em 15%.

Avalie o jornal
Go to TOP
Translate »