Reino Unido: JOHNSON GANHA VOTO DE CONFIANÇA, MAS PODE PERDER A MAIORIA DE DEPUTADOS NO PARLAMENTO

Boris Johnson evitou a humilhação de uma derrota total, mas os rebeldes acumularam números, na votação secreta, que podem levar os conservadores à ruína política, caso se confirme uma guerra civil dentro do partido.

O PM foi apoiado por apenas 58,8 por cento dos deputados conservadores no Parlamento – 211 de 359 parlamentares – pior do que os 63 por cento registados por Theresa May quando teve de enfrentar o mesmo desafio. Seis meses depois teve de renunciar e entregar a liderança a Bosris Johnson

Os ministros do gabinete tentaram apresentar uma frente de vitória face aos números (211 contra 148), considerando ter sido uma vitória “perfeita” e ser agora a hora de “seguir em frente”. Mas o resultado bombástico acabou por acontecer, apesar de Johnson ter implorado às suas ‘tropas’ para não facilitarem o trabalho de Keir Starmer, num discurso de última hora, salientando que não há um sucessor óbvio que possa governar melhor.

Foi o culminar de 13 horas de grande drama, que começou às 8h da manhã, quando o chefe da bancada, Graham Brady, confirmou que os opositores políticos do primeiro-ministro, dentro do partido conservador, tinham atingido o limite de 54 cartas para desencadear uma votação de confiança ao PM.

Durante o dia, o número de rebeldes declarados aumentou constantemente, incluindo o rival Jeremy Hunt, John Penrose e John Lamont – os dois últimos renunciando como responsáveis da luta anticorrupção e assessor ministerial, respectivamente. O líder conservador escocês Douglas Ross também completou a última fase de uma reviravolta ao declarar ter votado contra o primeiro-ministro. Mas muitos outros parecem ter aproveitado o voto secreto para enfiar a faca sem quebrar o disfarce. Agora, Johnson precisará de calcular se tem influência política para realizar uma remodelação que possa começar a restaurar sua precária autoridade.

À BBC os rebeldes avançaram que poderão abster-se na votação dos grandes dossiers e criar um regime de ingovernabilidade. O partido está dividido e se os 148 deputados conservadores, na oposição dentro do partido, cumprirem a promessa, poderão minar e anular a maioria de 80 deputados conseguidos nas última eleições legislativas.

The Lingerie Restaurant
Go to TOP
Translate »