Covid-19: FALTAS AO TRABALHO PODEM IR DE 10 A 25% E SECTOR PÚBLICO PREPARA “PLANOS DE COTIGÊNCIA” – diz o gabinete do PM

Os ministros foram responsabilizados de desenvolver “planos de contingência robustos” para ausências no local de trabalho, o seguimento do aviso do Governo alertado para o aumento de casos de Covid pode resultar até um quarto de faltas do pessoal ao trabalho, este início de 2022.

Os líderes do sector público foram notificados para prepararem “planos de contingência” para os “piores cenários” de taxas de ausência de 10%, 20% e 25%, disse o gabinete do Governo.

O executivo britânico teme o efeito na força de trabalho dos serviços públicos da variante Ómicron do coronavírus, mais transmissível do que as anteriores, o que se reflete no aumento do número de pessoas em isolamento.

O Reino Unido registou recordes de infeções pelo coronavírus nos últimos dias, chegando a quase 190 mil casos na véspera de Ano Novo, com os especialistas a prever que o pico dos números pode ser alcançado em breve.

Como uma das medidas para conter a disseminação do Ómicron, o ministro da Educação, Nadhim Zahawi, pediu que os alunos do ensino secundário usem máscaras nas aulas no regresso das férias de Natal na Inglaterra, onde até agora era obrigatório apenas nas áreas comuns das escolas.

Zahawi também anunciou sete mil purificadores de ar para instalar em zonas mal ventiladas dos estabelecimentos de ensino, mas os sindicatos do setor da educação consideraram esse número insuficiente, alegando que há pelo menos 300 mil salas de aula.

Go to TOP
Translate »