Reino Unido: PROBLEMAS NA CADEIA DE ABASTECIMENTO PODE TRAZER FALTAS E ESCASSEZ PARA ESTE NATAL – Gabinete do PM

Por acção do Governo não vai haver a escassez de perus para este Natal, contudo será noutros sectores que ainda se podem enfrentar “alguns problemas” no que diz respeito ao abastecimento de produtos para o Natal.

Esses “problemas” referem-se a todo o tipo de presentes normalmente nas listas de compras desta época.  O gabinete de Boris Johnson reuniu-se para discutir os possíveis problemas que o país pode enfrentar neste Inverno, desde as pressões no NHS até ao abastecimento do que normalmente está nas mesas de jantar nesta época festiva.

O porta-voz oficial do primeiro-ministro explicou que o chanceler do Ducado de Lancaster, Stephen Barclay, disse aos ministros que o país enfrentava uma combinação das usuais pressões de inverno e pandemia.

Barclay, que está a liderar o trabalho do Governo sobre as questões dos abastecimentos no Natal, disse aos ministros: “Enfrentamos um duplo desafio: administrar as pressões regulares que os meses mais frios e mais húmidos podem trazer com eles e, agora, o desafio adicional de uma pandemia global em andamento, cujos efeitos indirectos já estão a acontecer, inclusive nas cadeias de abastecimento globais e no fornecimento de energia”, disse Downing Street.

Barclay deu uma visão geral do trabalho que está liderando, em questões como o abastecimento de alimentos, explicando que “a acção do governo aliviou as preocupações sobre a escassez potencial de perus no período que antecede o Natal”.

Questionado sobre se o Governo poderia garantir que haveria presentes nas árvores de Natal, o porta-voz disse: “Continuamos confiantes de que estamos tomando as medidas certas para lidar com os desafios de abastecimento que vemos também em todo o mundo”.

“Isso não quer dizer que sectores individuais não enfrentarão alguns problemas, como acontece noutros países.”

Barclay não listou os sectores que poderiam vir a ser atingidos.

O British Retail Consortium (BRC) avisou que, apesar de um “esforço gigantesco para garantir que alimentos essenciais e presentes estejam prontos para o Natal”, as lojas “continuam a ser perseguidas por desafios contínuos e problemas na cadeia de abastecimento”.

A escassez de mão de obra está a fazer subir os preços e a manter algumas prateleiras vazias, disse a executiva-chefe do BRC, Helen Dickinson, na sexta-feira. Na reunião do Gabinete, Boris Johnson alertou os ministros que “devemos continuar a trabalhar com a indústria nas questões da cadeia de abastecimento, tal como está a acontecer em todo o mundo”.

Avalie o jornal
Go to TOP
Translate »