SUPLENTES DE PORTUGAL REGRESSARAM AOS TREINOS COM TITULARES EM RECUPERAÇÃO

Portugal regressou ontem aos treinos, em Budapeste, depois da estreia vitoriosa no Euro2020 de futebol, diante da Hungria (3-0), uma sessão que apenas estiveram presentes os suplentes, enquanto os titulares realizaram trabalho de recuperação.

O selecionador Fernando Santos teve à disposição no relvado do Estádio Illovszky Rudolf, em Budapeste, os suplentes utilizados durante o primeiro desafio do Grupo F, assim como aqueles que não chegaram a entrar em campo.

Durante os 15 minutos abertos à comunicação social, a efetuarem os habituais exercícios com e sem bola, estiveram os defesas Diogo Dalot, Nuno Mendes e José Fonte, os médios Sérgio Oliveira, João Palhinha, Rúben Neves, Pedro Gonçalves, João Moutinho e Renato Sanches e os avançados Rafa, Gonçalo Guedes, João Félix e André Silva. Os guarda-redes Anthony Lopes e Rui Silva trabalharam perto de uma das balizas.

Sete dos onze titulares na terça-feira, na Puskás Arena, também marcaram presença no relvado, mas para realizarem exercícios de recuperação junto de uma das linhas laterais, casos de Rui Patrício, Nelson Semedo, Raphaël Guerreiro, Danilo Pereira, William Carvalho, Bruno Fernandes e Bernardo Silva.

Na terça-feira, Raphaël Guerreiro, aos 84 minutos, e Cristiano Ronaldo, aos 87 e aos 90+2, o primeiro de grande penalidade, apontaram os tentos do atual campeão europeu, que não entrava a ganhar numa grande competição desde o Europeu de 2008.

Portugal defronta no sábado a Alemanha, em Munique (17:00 em Lisboa), e em 23 de junho a França, em Budapeste (20:00).

Go to TOP
Translate »