Brexit: Embaixador da UE confiante em “soluções consensuais” até ao verão

O embaixador da União Europeia (UE) no Reino Unido, João Vale de Almeida, afirmou hoje querer chegar até ao verão a “soluções consensuais” para os atritos provocados pelo ‘Brexit’, em particular na Irlanda do Norte.

O português, que ainda não recebeu estatuto diplomático do Governo britânico, disse que ambos os lados do Canal da Mancha “trabalharam muito” nas últimas semanas para encontrar formas “pragmáticas” que permitam reduzir as tensões.

Numa intervenção virtual organizada pela Associação de Jornalistas Europeus, Vale de Almeida disse ser necessário reduzir “áreas de tensão” e clarificar questões em termos de interpretação dos regulamentos.  

No entanto, qualquer compromisso deve respeitar “o quadro dos acordos já alcançados” antes do ‘Brexit’, sublinhou Vale de Almeida.

A UE lançou uma ação judicial no mês passado contra a decisão do governo britânico de atrasar os controlos aduaneiros entre a Irlanda do Norte e o resto do Reino Unido, previstos no Acordo de Saída da UE assinado por Londres e Bruxelas.

Foi a ação “unilateral” que obrigou a UE a recorrer aos mecanismos legais ao seu dispor, explicou Vale de Almeida, que sublinhou que “as decisões têm de ser tomadas por consenso”.

“É este tipo de espírito que é preciso e é esse o espírito que eu próprio testemunhei nas últimas semanas. Se continuarmos a dialogar, encontraremos formas de maximizar a cooperação”, sublinhou o embaixador.

O chefe da delegação europeia em Londres não quis comentar o estado dos contactos para que o Reino Unido reconheça o seu estatuto de enviado diplomático, embora esteja “confiante” de que será encontrada “uma solução de acordo com as práticas internacionais”.

BM // ANP

Programa Nacional de Apoio ao Investimento da Diáspora (PNAID)
Go to TOP
Translate »