JORGE JESUS CHEGA À 250ª VITÓRIA COMO TREINADOR DO BENFICA

O treinador Jorge Jesus conquistou ontem, com um 1-0 ao Marítimo, na Luz, a sua 250.ª vitória como treinador da equipa de futebol do Benfica, reforçando a liderança do histórico do clube.

Na liderança do ‘ranking’ desde que, na primeira passagem, ultrapassou os 194 triunfos do húngaro Janos Biri – técnico dos ‘encarnados’ em 272 ocasiões, entre 1949/40 e 1946/47 -, Jesus logrou este registo ao 364.º encontro, também um registo ímpar.

Na sétima época na Luz, e primeira da segunda ‘era’, depois de seis consecutivas entre 2009/10 e 2014/15, o técnico de 66 anos, nascido na Amadora, somou hoje o triunfo 25 em 2020/21, ao 43.º encontro – também conta 11 empates e sete derrotas.

No total, Jesus, também o recordista de títulos pelo Benfica, com 10 (três edições da I Liga, uma da Taça de Portugal, cinco da Taça da Liga e uma da Supertaça), contabiliza 250 vitórias, 62 empates e 52 derrotas, com 759 golos marcados e 287 sofridos.

A maioria dos triunfos aconteceu na I Liga, com um total de 155, em 209 jogos, seguindo-se os 29 da Liga Europa, em 48, e os 27 da Taça de Portugal, em 34.

Jorge Jesus contabiliza ainda 25 triunfos na Taça da Liga, em 31 encontros, e 14 na Liga dos Campeões, em 39, sendo que nunca venceu um jogo a contar para a Supertaça, em três, apesar de ter conquistado um troféu, no desempate por penáltis.

No ranking do clube da Luz, o ex-treinador do Flamengo soma mais 56 vitórias do que Biri e quase mais 100 – precisamente 88 – do que o terceiro da tabela, o brasileiro Otto Glória (1954/55 a 1958/59 e 1967/68 a 1969/70), que soma 162, em 248 jogos.

O sueco Sven-Goran Eriksson (1982/83, 1983/84 e 1989/90 a 1991/92) é o quarto, com 159 vitórias, em 234 jogos, e o inglês John Mortimore (1976/77 a 1978/79, 1985/86 e 86/87) segue no quinto posto, com 139, em 202.

No ‘top 10’, têm também lugar Toni (126 triunfos), Rui Vitória (125), o húngaro Bela Guttmann (113), o fundador Cosme Damião (103) e o também magiar Lipo Herczka (101).

Jesus ingressou no Benfica em 2009/10, proveniente do Sporting de Braga e somou 38 vitórias na primeira época, na qual conquistou o campeonato e a Taça da Liga, tendo baixado o registo em 2010/11 (37) e 2011/12 (34), épocas em que só arrebatou a Taça da Liga.

Em 2012/13, alcançou 39 vitórias, mas não amealhou qualquer troféu, perdendo quase tudo a acabar, incluindo a final da Liga Europa, na qual também saiu derrotado na época seguinte.

Mas, em 2013/14, os 42 triunfos valeram três troféus (campeonato, Taça de Portugal e Taça da Liga), registo que repetiu em 2014/15, temporada em que 35 triunfos foram suficientes para arrebatar campeonato, nova Taça da Liga e Supertaça.

Na presente temporada, Jesus soma 25 triunfos e a Taça de Portugal é o grande objetivo, ao nível de troféus, já que o campeonato só não está perdido na matemática.

Go to TOP
Translate »