COVID-19/Reino Unido: VACINAS PARA PESSOAL DO NHS ANTES DO NATAL E OUTRAS NOTÍCIAS

Já foram postos planos em marcha para que o pessoal da linha da frente do NHS receba uma vacina contra o coronavírus dentro de semanas, enquanto o Governo prepara uma acção para acelerar um programa de vacinas para toda a população, publica amanhã o jornal The Mail on Sunday.

O periódico diz ter tido acesso a um e-mail enviado por um chefe do NHS Trust à sua equipe, que revela que o Serviço de Saúde britânico está a preparar um programa nacional de vacinação antes do Natal.

Este semanário divulga que o Governo se prepara para introduzir novas leis, que permitiriam ao Reino Unido contornar o processo de aprovação da EU, se um programa de vacinação seguro e eficaz estivesse pronto antes do final do período de transição pós-Brexit em 31 de Dezembro.

A mudança despoletará uma onda de optimismo e a vacina irá mudar o cepticismo geral, e permitiria,  em breve, que Boris Johnson relaxasse as restrições sociais que têm afectado o país desde Março.

No seu memorando para a equipe no início deste mês, Glen Burley, chefe-executivo do George Eliot Hospital NHS Trust, em Warwickshire, dizia que a ‘nossa instituição, juntamente com as organizações do NHS em todo o país, foi informada para estar preparada para iniciar um programa de vacinas Covid-19 para funcionários no início de Dezembro’.

‘As últimas informações que temos afirmam que uma vacina contra o coronavírus deve estar disponível este ano e as equipes do NHS vão recebê-la antes do Natal.’

O Sr. Burley acrescentou que a vacina ‘deveria ser dada em duas doses, com 28 dias de intervalo’ e pediu aos seus colegas que se inoculassem com a vacina contra a gripe até o final de Novembro, para que se pudessem qualificar para uma vacina Covid-19’.

Diane Wake, presidente-executiva do Dudley Group NHS Trust, disse, numa recente reunião do conselho de um hospital, que esperava “que uma vacina Covid-19 estivesse disponível para os profissionais de saúde em Dezembro. Ainda não há confirmação, mas espero poder oferecer uma vacina Covid-19 à nossa equipe.”

Noutros desenvolvimentos que surgiram ontem:

  • Havia ira e frustração no País de Gales com as restrições ‘ridículas’ de bloqueio à venda de produtos não essenciais, o que significava que os clientes podiam comprar vodka, mas não roupas de bebé;
  • O professor Neil Ferguson, o polémico académico cuja teoria científica influenciou fortemente o bloqueio nacional em Março, foi acusado de alarmismo após dizer que as pessoas ‘vão contrair Covid-19 e morrer’, se as famílias se encontrarem no dia de Natal;
  • Enquanto 1,4 milhão de pessoas em South Yorkshire foram colocadas em restrições de Nível 3, mais 174 mortes foram registadas e 23.012 novos casos foram anunciados nas 24 horas anteriores;
  • O magnata da hotelaria, Rocco Forte, pediu a demissão de Matt Hancock pela forma como lidou com a crise “caótica”, quando uma pesquisa revelou que 49 por cento das pessoas pensam que o ministro da Saúde violou as restrições impostas para beber num bar do Parlamento, contra nove por cento que pensam que não;
  • Rishi Sunak, ministro das Finanças, pediu aos funcionários do Tesouro que encontrassem maneiras de calcular o custo financeiro da pandemia e deseja publicar os resultados conjuntamente com estatísticas do total de infecções e mortes;
  • Os bancos enfrentaram a fúria do público, quando surgiram notícias que o Barclays reservou £745 milhões para oferecer em bônus, mais do que no ano passado, e o Lloyds quer permitir que a maioria dos seus 65.000 funcionários trabalhe de casa até pelo menos à próxima Primavera;
  • Psicólogos dizem que Covid-19 pode causar uma queda nas taxas de natalidade, com pessoas a ficarem solteiras por mais tempo e mulheres a tornarem-se cada vez mais promíscuas;
  • O número global de mortos ultrapassou 1.147.000, enquanto a polícia lutou com jovens manifestantes furiosos pela imposição de restrições na cidade italiana de Nápoles e o presidente da Polónia Andrzej Duda revelou que tinha testado positivo.

Comments

be the first to comment on this article

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Go to TOP
Translate »