Covid-19: MAIS 20.530 CASOS NO REINO UNIDO E 224 MORTES EM 24 HORAS, MAS TAXA DE TRANSMISSÃO ESTÁ A DESCER

O Reino Unido anunciou hoje mais 20.530 casos de coronavírus e a morte de 224 pessoas, mas dados oficiais sugerem que o surto no país pode estar finalmente a diminuir. Os testes positivos aumentaram 31% em relação à última sexta-feira, que acusaram 15.650, e as mortes aumentaram 65% no mesmo período.

Mas cientistas do governo afirmaram hoje que a taxa de transmissão de R caiu ligeiramente e uma série de estatísticas revelaram que as infecções já não estão

crescer tão rapidamente como antes, embora a epidemia ainda esteja a aumentar.

O SAGE, grupo de cientistas que dá apoio ao Governo, estima que a taxa de transmissão para o Reino Unido caiu pela primeira vez num mês, de 1,3-1,5 para 1,2-1,4. Pretende-se que o número – a medida de referência do Governo para controlar o vírus – deve ficar abaixo de um, ou o surto continuará a crescer.

E o Intituto Nacional de Estatísticas britânico (ONS), que rastreia a dimensão do surto de Covid-19 por meio de milhares de testes de Covid, revelou hoje que o número de pessoas, que contraiam o coronavírus só na Inglaterra todos os dias, era de 35.200 na semana passada.

Na quinta-feira tinham sido registadas 21.242 novos casos de contágio pelo novo coronavírus, menos 20% do que na véspera, e 189 mortes. 

O total acumulado desde o início da pandemia de covid-19 no Reino Unido é agora de 830.998 casos de infeção confirmados e de 44.571 óbitos registados num período de 28 dias após as vítimas terem recebido um teste positivo.

No entanto, o aumento do número de hospitalizações continua a preocupar as autoridades de saúde, e o Governo britânico continua a impor restrições mais apertadas a milhões de pessoas. 

A área metropolitana de Manchester passou esta manhã para o nível de alerta “muito alto”, o que implica que ‘pubs’ e bares encerrem, a menos que sirvam refeições, por um período de 28 dias, juntamente com casinos, salas de bingo e casas de apostas, e no sábado será a vez de South Yorkshire (norte da Inglaterra).

Nottingham poderá ser a próxima grande cidade a entrar para este regime, enquanto que Coventry, Stoke e Slough vão no nível “elevado” no sábado, o segundo nível numa estala de três, o qual já se aplica na região de Londres. 

Entretanto, o País de Gales vai iniciar um confinamento de duas semanas hoje ao fim da tarde, o que implica o encerramento de escolas, bares e restaurantes. 

Na Escócia, a chefe do governo autónomo, Nicola Sturgeon, revelou um sistema de cinco níveis de restrições para limitar o contato físico entre as pessoas e reduzir a transmissão do vírus, o mais alto dos quais é mais rígido do que em Inglaterra.

Apesar de fazerem parte do Reino Unido, Escócia, País de Gales e Irlanda do Norte têm autonomia sobre a matéria da saúde e estabelecem as suas próprias medidas.

Comments

be the first to comment on this article

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Go to TOP
Translate »