Resumo/Champions: BRUNO FERNANDES E OS ‘RED DEVILS’ FIZERAM A FESTA EM PARIS  – BARCELONA GOLEOU

Bruno Fernandes, autor de mais um golo de grande penalidade, foi hoje o capitão do Manchester United no triunfo dos ‘red devils’ em Paris, por 2-1, no jogo que marcou a estreia de Danilo pelo Paris Saint-Germain.

O choque entre o vice-campeão da Europa e o mais histórico dos clubes ingleses contou para a primeira jornada da fase de grupos da Liga dos Campeões, em que também se viram excelentes resultados para o FC Barcelona, Lazio e Juventus.

Em Paris, após o isolamento a que se submeteu por ter estado em contacto com Cristiano Ronaldo, na selecção, Danilo estreou-se ao mais alto nível e esteve bem a nível defensivo, ainda que com alguma rudeza, que lhe valeu o cartão amarelo aos 84 minutos.

Curiosamente, o dia foi também de estreias para outra das ‘jóias’ que saíram do FC Porto, o defesa brasileiro Alex Telles, titular pelo Manchester United.

Em alta continua Bruno Fernandes, que teve a honra de ser capitão pelos ‘diabos vermelhos’, juntando mais um golo – de penálti – à sua conta pessoal.

Marcou aos 23 minutos, após uma primeira grande penalidade defendida por Keylor Navas, mas em que o árbitro considerou que o guarda-redes se movimentou antes do remate.

Navas ‘adivinhou’ o lado para que Bruno Fernandes chutou, o direito, mas à segunda não o fez – atirou-se para a esquerda e o antigo jogador do Sporting atirou para a direita, de novo.

O empate na partida deu-se aos 55, com uma entrada infeliz do avançado Martial dos ‘red devils’ a bater o seu próprio guarda-redes. Então, o 1-1 era manifestamente injusto para o melhor jogo dos visitantes.

Seria Rashford, a passe de Pogba, a fazer o 1-2 final, a apenas três minutos do fim, colocando o Manchester United muito bem lançado no grupo H.

Para o mesmo grupo, o Leipzig recebeu e bateu por 2-0 os turcos do Basaksehir, com dois golos do espanhol Angeliño.

A goleada do dia foram os 5-1 do ‘Barça’ ao Ferencvaros, no grupo G, com Trincão a titular pelos catalães.

O domínio dos da casa foi claríssimo, como se comprova pelo facto de estarem a jogar com 10 (expulsão de Piqué) com 3-1 e ainda fazerem mais dois com os suplentes utilizados Pedri e Dembelé a faturarem.

Antes, tinham marcado Messi, Ansu Fati e Philippe Coutinho para o FC Barcelona e Kharatin para os húngaros.

Sem Cristiano Ronaldo, que ainda está de quarentena e não viajou, a Juventus bateu o Dínamo de Kiev, por 2-0, com Morata a bisar.

A Itália esteve em grande neste primeiro dia da ‘Champions’, já que a Lazio bateu o sempre forte Borussia Dortmund, de Raphaël Guerreiro, por 3-1.

O jogo contou para o grupo F, que já antes tivera a inesperada vitória do Brugges na Rússia – 2-1 ao Zenit de São Petersburgo.

O outro grupo hoje em acção foi o E e saldou-se por dois empates.

O Sevilha impôs um ‘nulo’ em Londres ao Chelsea e os menos fortes Rennes e Krasnodar empataram entre si, 1-1.

Comments

be the first to comment on this article

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Go to TOP
Translate »