VALE DO CÔA DUPLICOU NÚMERO DE VISITANTES

O número de visitantes do Museu e do Parque Arqueológico do Vale do Côa, em Agosto, quase duplicou para 14.954, em relação a 2019, e gerou 130 mil euros de receita, revelou o presidente da Fundação Côa Parque.

“Durante o mês de Agosto houve uma procura extraordinária por parte dos visitantes, ao Museu e Parque Arqueológico, o que fez com o que o crescimento de visitas fosse de mais de 90%, face a período homólogo, com 14.954”, indicou à Lusa o presidente da Fundação Côa Parque, Bruno Navarro.

O responsável concretizou, que, no mês de Agosto, visitaram o Museu do Côa (MC) 11.854 pessoas, enquanto o Parque Arqueológico do Vale do Côa (PAVC) teve 3.100 visitantes.

“A média diária de visitas ao MC foi de cerca de 500 pessoas, atendendo ao facto de os equipamentos arqueológicos estarem situados numa região de baixa densidade populacional, o que torna estes números muito surpreendentes”, vincou o presidente da Fundação Côa Parque (FCP).

O responsável frisou que, este Verão, considerando o número conjunto de visitantes dos meses de Julho e Agosto, do MC e do PACV, se verificou um aumento de 40%, face ao mesmo período do ano de 2019.

Nos dois “meses de Julho e Agosto de 2019, o número de visitantes fixou-se nos 14.234”, disse Bruno Navarro à Lusa. Em 2020, no total destes dois meses, “o número registado é de 19.581 pessoas, o que significa um aumento na casa dos 40%”, contabilizou.

Em termos de receitas e de acordo com as conta da FCP, nos meses de Julho e Agosto de 2019 entraram nos cofres da instituição cerca de 95 mil euros. Em período homólogo, este ano, a receita disparou para os 130 mil euros.

“Só no mês de Agosto a receita de bilheteira e loja de recordações e produtos endógenos facturou 90.700 euros, ou seja, mais 33.770 que em 2019”, avançou o responsável pelo MC e PAVC.

Comments

be the first to comment on this article

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Go to TOP
Translate »