VENHAM TODOS OS EMIGRANTES QUE PUDEREM – Diz Governo que estima 60% de entradas sem o Reino Unido

Lisboa, 30 jul 2020 – Apesar de não haver números concretos, “as percepções dos líderes das comunidades no estrangeiro” é que cerca de 60% dos emigrantes, sem contar os do Reino Unido, virão de férias a Portugal, afirmou a secretária de Estado das Comunidades Portuguesas.

“Nessas grandes comunidades, com excepção com o Reino Unido com quem temos um problema particular, todos os nossos emigrantes podem ir e vir. A expectativa é que não haja nenhum problema nem à vinda nem à volta”, sublinhou.

Contudo, voltou a dizer que não há certezas, porque “na fronteira terrestre não há controlo” e só no fim de Agosto, através das informações das autarquias “será possível saber se vieram como habitual ou muito menos”. 

O Governo está a tentar, revelou, através das operadoras de telecomunicações, somar dados de “quantos portugueses com telemóvel português atravessaram a fronteira”, de modo a melhorar a monitorização das entradas. 

Esse controlo, que actualmente não existe, vai permitir ter informação mais rigorosa do peso dos emigrantes nos fluxos turísticos:

“Toda esta crise sanitária está a levar-nos a uma crise económica que tem várias componentes e esta é mais uma”, porque a quebra no número de regressos nas férias “traduz-se também numa menor dinamização da economia local e também em mais problemas”. 

Segundo Berta Nunes, o Governo espera que “venham todos aqueles que puderem”, embora seja certo que “alguns não virão porque estão desempregados, perderam rendimentos ou têm problemas no trabalho”. 

 

Comments

be the first to comment on this article

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Go to TOP
Translate »