Covid-19 UK: TRINTA E SEIS LOCALIDADES EM RISCO DE SEREM DE NOVO ISOLADAS

Números oficiais de hoje indicam trinta e seis localidades na Inglaterra que sofreram um aumento de infecções de coronavírus na última quinzena – entre elas Leicester que foi a primeira área do Reino Unido a ser atingida por um ‘bloqueio local’, o qual possivelmente será prorrogado.

Os dados da Public Health England (PHE) mostram que o bairro londrino de Havering e todo o condado de Wiltshire registaram os maiores aumentos semanais de infecções confirmadas por Covid-19 (300%).
Em comparação, Leicester apresentou um salto de 5% em novas infecções – passando de 39 casos, entre 13 e 19 de Junho, para 41 no período seguinte de sete dias. Na verdade, apesar de estar em “bloqueio local”, Leicester teve a menor percentagem de aumento semanal de todas as autoridades locais onde os casos aumentaram, de acordo com as estatísticas do governo.

Isso acontece depois que Matt Hancock confirmar na noite passada que Leicester – uma cidade em East Midlands, onde vivem 330.000 pessoas – enfrentaria uma extensão de bloqueio de duas semanas.

Residentes naquela cidade, furiosos, culparam os “covididiotas” locais por não manterem o exigido distanciamento social.

As ruas do centro da cidade estavam desertas nesta manhã e o ministro da saúde voltou a ameaçar que a polícia, se for necessário, aplicará as medidas necessárias para fazer cumprir a lei.  Confirmou, também, que as medidas tomadas para retardar a disseminação do coronavírus em Leicester ,nos últimos 11 dias, não funcionaram.

O presidente da câmara revelou hoje que desejava que os ministros avisassem o surto há muito tempo. Um vereador acrescentou hoje que um quarto dos novos casos foram assinalados na área de North Evington, na parte leste da cidade.

As medidas para o Leicester anunciadas pela primeira vez em uma declaração dramática ao Commons ontem à noite incluem:

• Todas as lojas não essenciais fecharão a partir de hoje, depois de mais de 800 casos registados em Leicester, desde meados de Junho, que representou cerca de 10% de todos os testes positivos no Reino Unido na semana passada;
• As escolas fecharão a partir de quinta-feira e não serão reabertas até o próximo período, permeio de receios de que a incidência extraordinariamente alta nas crianças possa estar a impulsionar a propagação. No entanto, as escolas permanecerão abertas para crianças vulneráveis ​​e filhos de trabalhadores-chave;
• As pessoas são aconselhadas a evitar todas as viagens, excepto as essenciais, para e dentro de Leicester e devem ‘se isolar em casa o máximo que puderem’, mas não há proibição formal de viagem neste estágio;
• O abrandamento do bloqueio na Inglaterra no sábado não será aplicado a Leicester, o que significa que bares, restaurantes, cabeleireiros e cinemas permanecerão fechados;
• As medidas de protecção não serão afrouxadas na cidade em 6 de Julho, ao contrário do resto da Inglaterra, onde os clinicamente mais vulneráveis ​​poderão passar mais tempo fora.

Comments

be the first to comment on this article

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Go to TOP
Translate »