GOVERNO PORTUGUÊS REAGE ÀS NOTÍCIAS NA IMPRENSA BRITÂNICA SOBRE OS CORREDORES AÉREOS

Ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita, disse ontem que “Portugal tem melhores indicadores de resposta à pandemia que o Reino Unido” e, por isso, “não há nenhuma razão” para não estarmos incluídos na lista de países que Grã-Bretanha vai indicar para os corredores aéreos.

Se bem que o desabafo tem razão de ser, o ministro português reage a um assunto ainda por decidir pelo Governo britânico, o que, não esperar por amanhã, pode indiciar saber mais do que diz e utiliza a imprensa como fonte de pressão sobre Londres.

Na verdade, Portugal teve uma condução da pandemia exemplar e recebeu elogios de quase todo o Mundo, o Reino Unido inclusive. Contudo, nas passadas semanas viu os casos de transmissão do Covid-19 aumentarem, primeiro no Algarve, depois em Lisboa e também no Alentejo. Apesar da boa reacção dos serviços de saúde, infelizmente, a ministra da saúde deixou escapar que não estavam a controlar este novo surto e, essas declarações, tiveram precursões na Europa e no Reino Unido, que considera Portugal um país de “alto risco” e diz existir um “debate intenso” sobre a sua inclusão na lista de países com corredores aéreos com o Reino Unido.

Apesar de Eduardo Cabrita dizer que “basta comparar os dados sanitários” para verificar que, “manifestamente, não é em Portugal que está o risco”, a verdade é que o Governo deve consertar as declarações para o exterior, sem encobrir a presente situação, mas garantir um diálogo que garanta que a situação está realmente controlada.

Depois, o artigo no El país que, apesar das desculpas e de emendar no dia seguinte, lançou a desconfiança nos meios internacionais. O jornal espanhol noticiou esta quinta-feira o “confinamento de três milhões de portugueses” em Lisboa.

Vamos, pois, esperar por amanhã e saber exactamente quem estão ou não nos corredores aéreos com o Reino Unido.

Comments

be the first to comment on this article

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Go to TOP
Translate »