SEMANA DA MODA DE LONDRES ESTE ANO EM VERSÃO VIRTUAL

Londres, 11 jun 2020 – A Semana da Moda de Londres arranca hoje sem desfiles, pela primeira vez, devido à pandemia da covid-19, o que levou os organizadores a realizar o evento numa versão virtual, no qual participa a dupla de estilistas portuguesa Marques’Almeida.

Além de um formato 100% digital, a semana de moda não se se vai centrar apenas em colecções masculina ou feminina ou em roupas para primavera/verão ou outono/inverno, mas englobar tudo, algo que a organização British Fashion Council (BFC) pretende manter no futuro. 

Tal como em edições anteriores, existe um calendário com eventos de cada estilista, entre hoje e domingo, mas em vez de desfiles ou ’showrooms’ com audiência, as colecções vão ser apresentados em vídeos, galerias virtuais e até imagens em três dimensões.  

A plataforma vai ter perfis de mais de 100 estilistas com informação para os profissionais do setor e também para os consumidores, e disponibilizar conteúdos como entrevistas, ‘podcasts’, debates, apresentação de produtos e passeios por Londres, tudo no website: https://londonfashionweek.co.uk/

O evento dos Marques’Almeida em vídeo é intitulado “reM’Ade” e será transmitido ao vivo hoje, às 18:00. 

A dupla Marques’Almeida foi criada em 2011 e é formada por Marta Marques e Paulo Almeida, estilistas portugueses que estudaram e se instalaram na capital britânica, onde têm apresentado regularmente as suas colecções. 

Em 2019, a indústria da moda, que emprega cerca de 900 mil pessoas, contribuiu directamente com 35 mil milhões de libras (39 mil milhões de euros) para o Produto Interno Bruto (PIB) do Reino Unido, um aumento de 9,4% relativamente a 2018.

Segundo o BFC, a pandemia covid-19 já afectou muito a moda britânica, tendo 73% das empresas do sector registado cancelamentos de pedidos.

Antes do impacto da pandemia, o sector já estava preocupado com as possíveis repercussões negativas do Brexit e estava determinado em tornar a indústria mais sustentável em termos ambientais, apostando, por exemplo, na reutilização e na reciclagem. 

Comments

be the first to comment on this article

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Go to TOP
Translate »