COVID-19: MÁSCARAS PARA PASSAGEIROS E TRIPULAÇÕES E FECHO DOS ‘DUTY-FREE’ SÃO AS NOVAS NORMAS PARA VIAJAR DE AVIÃO

 

Segundo directivas emitidas pelo órgão de segurança da União Europeia, para o funcionamento  dos aeroportos e companhias aéreas, define uma série de regras para reduzir o risco de propagação do coronavírus, forçando os passageiros ao uso de máscaras durante a viagem, despedidas fora dos terminais e disponibilidade para testes caso mostrem sinais de estarem infectados. Outra das grandes mudanças será o fecho compulsivo das zonas de venda de produtos isentos de impostos ‘duty-free’ e durante o voo.

As regras estão descritas em 28 páginas de normas emitidas pela Agência de Segurança da Aviação da União Européia (EASA) e publicadas no seu site.

As medidas, que mudam por completo as regalias e comodidades das pessoas que viajam de avião, devem ser adoptadas por todos os estados membros da UE, com a probabilidade de o Reino Unido implementar regras semelhantes.

As directivas foram recebidas com alívio pelas companhias aéreas, que as consideram um passo positivo para permitir viagens e turismo internacionais neste verão, depois terem sido forçadas a suspender grande parte da sua frota de aviões devido à pandemia.

Desde que deixou a UE em 31 de Janeiro, o Reino Unido não tem influência na política da AESA, e não contribuiu para elaboração destas directivas, mas terá de as seguir enquanto membro até ao final do ano.

No entanto, a Autoridade de Aviação Civil  britânica está também a elaborar um conjunto semelhante de normas para as companhias aéreas e aeroportos britânicos que geralmente seguem às publicadas pela UE.

Comments

be the first to comment on this article

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Go to TOP
Translate »