Transportador da Figueira da Foz acusado pela PSP por furto a emigrantes

Um homem de 42 anos foi constituído arguido, na Figueira da Foz, por alegadamente se apoderar de bens que deveria entregar a emigrantes em países europeus, anunciou hoje a PSP.

“Foi emitido um mandado de busca e foram encontrados na sua posse vários bens alimentares, artigos de ourivesaria e perfumaria, bem como uma arma ilegal”, refere num comunicado o Comando Distrital de Coimbra da Polícia de Segurança Pública.

Por determinação do Departamento de Investigação e Acção Penal (DIAP) da Figueira da Foz, a PSP está a investigar “um processo relacionado com crimes de burla” presumivelmente praticados pelo agora arguido, adianta.

“As denúncias referiam que um homem de 42 anos dizia ter uma empresa de transporte de mercadorias para países da União Europeia e que se apropriava de bens que familiares de emigrantes lhes pretendiam enviar”, segundo a nota.

Na sequência das buscas hoje realizadas, na Figueira da Foz, o suspeito foi constituído arguido, tendo os agentes da PSP levantado também “autos de contra-ordenação pela posse de um cão de raça perigosa – ‘pitbull’ – sem qualquer documento”.

Comments

be the first to comment on this article

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Go to TOP
Translate »