Mau tempo: Mais de 5.400 ocorrências desde quarta-feira em Portugal continental

Mais de 5.400 ocorrências, a maioria quedas de árvores, foram registadas em Portugal continental desde quarta-feira, na sequência do mau tempo, segundo a Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil (ANEPC).

De acordo com o comandante da ANEPC Rui Laranjeira, foram registadas entre as 15:00 de quarta-feira e as 23:00 de quinta-feira, 5.427 ocorrências, 2.862 das quais foram quedas de árvores, 906 quedas de estruturas e 1.152 foram inundações, que empenharam 17.260 operacionais.

“O Porto mantém-se o distrito com o maior número de ocorrências (977), mas há um conjunto de distritos, mais a sul, que tinham menos ocorrências e que agora estão a aumentar”, nomeadamente Lisboa (450), Setúbal (311), Santarém (313) e Leiria (396), adiantou o comandante Rui Laranjeira.

A queda de uma árvore, no Montijo, no distrito de Setúbal, e o desabamento de uma casa, em Castro Daire, distrito de Viseu, fizeram hoje dois mortos, segundo a Proteção Civil.

Há ainda o condutor de uma retroescavadora que está desaparecido em Ribolhos, Castro Daire, no distrito de Viseu, onde ocorreu um aluimento de terras cerca das 21:30 de quinta-feira.

O Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) estendeu o aviso vermelho emitido para os distritos de Viseu, Guarda, Castelo Branco, Coimbra e Aveiro até às 03:00 de sexta-feira devido à previsão de rajadas de vento fortes.

Comments

be the first to comment on this article

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Go to TOP
Translate »