Brexit: John Bercow apresenta demissão de Presidente do Parlamento… Order!!!

O presidente da Câmara dos Comuns do parlamento britânico, John Bercow, anunciou hoje que não vai recandidatar-se a deputado e que pretende demitir-se a 31 de outubro.

“Nas eleições de 2017, prometi à minha mulher e filhos que seria o meu último mandato. Esta é uma promessa que pretendo manter. Se a Câmara votar hoje à noite para eleições legislativas antecipadas, o meu mandato como Presidente e deputado terminará quando este Parlamento terminar”, começou por dizer, numa declaração durante o plenário esta tarde.

Acrescentou ainda que, se a assembleia não votar nesse sentido, entende que “o menos perturbador e mais democrático” será cessar funções no encerramento da sessão 31 de outubro, data prevista para a saída do Reino Unido da União Europeia.

“O menos perturbador, porque essa data acontecerá logo após as votações ao Discurso da Rainha esperadas nos dias 21 e 22 de Outubro, e a semana seguinte também poderá ser bastante animada e será melhor ter uma figura experiente na presidência”, justificou.

Bercow, um conservador, foi escolhido pelos pares para a posição em 2009, tornando-se no no mais jovem detentor do título.

Muito criticado pela ala mais radical do Partido Conservador, o Presidente da Câmara dos Comuns tem sido a balança entre os que defendem o Brexit duro e os que querem uma saída com acordo, ao ponto de Boris Johnson, esta semana, anunciar novos candidatos para a sua posição. Lembrar a perseguição política levada a cabo pelo Governo de Theresa May, em que o líder do Parlamento teve de sobreviver a acusações de ‘bulling’, assédio sexual e de defesa da oposição do Brexit.

Os gritos de “Order! Ordeeeer!”, que o tornaram uma celebridade política, ficarão para sempre na história da Grã-Bretanha

Comments

be the first to comment on this article

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Go to TOP
Translate »