Este Sábado: Ricardo e Postiga acreditam na vitória de Portugal na Sérvia

Os antigos internacionais Ricardo e Hélder Postiga expressaram a sua confiança no regresso às vitórias da selecção portuguesa de futebol frente à Sérvia, no sábado, em jogo de apuramento para o Euro2020.

Depois de dois empates nos primeiros dois encontros de qualificação, diante de Ucrânia (0-0) e Sérvia (1-1), os dois jogadores vincaram, em declarações prestadas à margem da Soccerex, em Oeiras, que a equipa comandada pelo seleccionador Fernando Santos tem capacidade e soluções para conseguir os dois triunfos nesta dupla jornada fora de portas, com deslocações a Sérvia e Lituânia.

“A selecção é sempre favorita em qualquer lado, mas tem a humildade de reconhecer que tem de provar o favoritismo dentro de campo. É uma saída difícil, mas onde Portugal tem boas recordações e não tenho dúvidas de que temos grupo mais do que suficiente para vencer”, afirmou o ex-guarda-redes, secundado pelo antigo avançado: “Creio que Portugal está à altura de voltar às vitórias, o histórico é favorável e nunca perdeu na Sérvia.”

O antigo guardião, que se destacou no Sporting e no Boavista, reconheceu ainda que a equipa das ‘quinas’ vai enfrentar “um ambiente adverso”, mas destacou também a “qualidade” de uma selecção “com grandes talentos”. Já o antigo avançado português sublinhou o “contexto difícil” que espera Portugal e lembrou também que “há jogadores ainda a adquirir o melhor momento” de forma.

Questionados sobre a actual geração que tem figurado nas convocatórias do seleccionador nacional, onde ao veterano capitão Cristiano Ronaldo se juntam valores seguros e de futuro para o futebol português, como Bernardo Silva, Bruno Fernandes ou João Félix, os dois ex-futebolistas lembram que sempre houve “talento” na selecção e que é possível aos actuais campeões europeus e detentores da Liga das Nações continuar na elite do futebol.

“Temos uma formação melhor. As camadas jovens voltaram a ganhar muitas coisas, é o sonho de qualquer treinador ter essa dificuldade de escolher os tais 23. Tive oportunidade de ver a equipa campeã europeia, gostava de ver agora o meu país campeão do mundo”, admitiu Ricardo. Por sua vez, Postiga referiu que Portugal “tem um grupo de enorme qualidade, com matéria-prima para formar uma equipa muito competitiva e que consiga vencer”.

Portugal defronta a Sérvia, em Belgrado, no sábado, e viaja, depois, até à Lituânia, onde joga na terça-feira, em dois jogos que poderão ser determinantes na luta pelo apuramento directo para o próximo Europeu.

A selecção lusa segue no quarto e penúltimo lugar do grupo B, com apenas dois pontos, embora tenha menos dois jogos do que a Ucrânia, que lidera com 10, e que o Luxemburgo, segundo, com quatro. Com mais um jogo do que Portugal, a Sérvia é terceira classificada, também com quatro pontos, enquanto a Lituânia segue em último, com apenas um ponto.

Comments

be the first to comment on this article

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Go to TOP
Translate »