Minsk2019. Portugal conquista medalha de ouro em futebol de praia

A equipa de Mário Narciso obteve uma vitória categórica por 8-3 frente à Espanha nos Jogos Europeus de Minsk.

Um segundo tempo de luxo com quatro golos marcados e nenhum sofrido permitiu à seleção portuguesa virar por completo o jogo e o resultado, com um 4-2 no final do segundo tempo, depois de estar a perder no primeiro tempo por 0-2.

Melhor. Madjer marca na bola de saída e fez o quinto para a equipa das “quinas”. Estava cada vez mais perto o ouro para Portugal, que voltou a marcar elevando o resultado para 6-2. Seguiram-se mais dois golos, 8-2, ambos para Portugal, e um outro para os espanhóis, 8-3, naquela que se tornou numa vitória histórica na modalidade sobre a Espanha. 

Assim, marcaram nesta final: Lorenzo Goméz, aos dois minutos, e Javier Torres, aos sete, deram vantagem à seleção espanhola, mas Bernardo Martins, aos 15 e 32, Leo Martins, 17, 22 e 26, o guarda-redes Andrade, aos 24, Madjer, aos 25, e Jordan Santos, aos 30, concretizaram a reviravolta lusa. Mayor Hernandéz ainda reduziu a desvantagem e fixou o resultado em 8-3, aos 33.

Esta foi a 15.ª medalha conquistada por Portugal nos Jogos Europeus de 2019, a terceira de ouro, depois dos triunfos de Fu Yu, na competição de singulares femininos de ténis de mesa, e de Carlos Nascimento, nos 100 metros.

A representação lusa amealhou ainda seis de prata, pela equipa de judo, pelo ciclista Nelson Oliveira no contrarrelógio, pelas ginastas acrobatas Bárbara Sequeira, Francisca Maia e Francisca Sampaio Maia, nas provas de combinado e de exercício dinâmico, e por Fernando Pimenta, em K1 1.000 e K1 5.000 metros.

Também conquistaram medalhas de bronze as três ginastas, na prova de equilíbrio, a judoca Telma Monteiro (-57 kg), a estafeta mista dos 4×400 metros, Diogo Ganchinho, nos trampolins, a karateca Patrícia Esparteiro, em kata, e a seleção masculina de ténis de mesa no torneio por equipas.  Portugal conquistou ainda a de bronze no ténis de mesa por equipas masculinas.

Comentários

be the first to comment on this article

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Ir para TOPO
Translate »