Ambiente de “cortar à faca”

Frieza, num ambiente de “cortar à faca”, será uma forma adequada de descrever o encontro bilateral entre a primeira-ministra britânica e o presidente russo à margem da cimeira do G20 em Osaka, no Japão.

Theresa May deixou um aviso claro a Vladimir Putin: “não poderá haver uma normalização das relações bilaterais, enquanto a Rússia não parar com as atividades irresponsáveis de destabilização que ameaçam o Reino Unido e os seus aliados”.

Tratou-se do primeiro encontro entre os dois líderes desde o envenenamento, no ano passado, do ex-espião russo Sergei Skripal, na cidade britânica de Salisbury.

May reiterou que Londres tem provas “inquestionáveis” do envolvimento da Rússia no incidente, que classificou como um “comportamento inaceitável” e um ato “desprezível”.

Comentários

be the first to comment on this article

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Ir para TOPO
Translate »