“Chef” português José Avillez recebe “Grand Prix de l’Art de la Cuisine

O ‘chef’ José Avillez tornou-se esta segunda-feira o primeiro português a receber o Grand Prix de L’Art de La Cuisine, da Academia Internacional da Gastronomia, distinção que o coloca como o melhor cozinheiro de 2018

 Pouco mais de uma década após ter sido considerado um dos cozinheiros de maior potencial no mundo pela mesma Academia (Prix au Chef de l’Avenir 2005), o dono e dinamizador do restaurante Belcanto, de duas estrelas Michelin, considera que a distinção “ajudará a dar ainda mais visibilidade à cozinha portuguesa”.

Com este prémio, o mais importante atribuído pela instituição internacional, com sede em França, Avillez junta-se a nomes da gastronomia mundial igualmente distinguidos, como Alain Ducasse (1993/2007), Ferran Adriá (1994), Massimo Bottura (2010), Joan Roca (2011), René Redzepi (2012/2013), Grant Achatz (2014) e Alex Atala (2015).

“Temos trabalhado com o objetivo de promover a gastronomia portuguesa no mundo e este prémio é um importante reconhecimento do caminho feito. Certamente ajudará a dar ainda mais visibilidade à cozinha portuguesa”, afirmou José Avillez.

O ‘chef’, com 38 anos, mostrou ainda a sua satisfação por se juntar a um grupo de ‘chefs’ onde disse encontrar “tanta das [suas] referências”.

Presidente e primeiro-ministro felicitam Avillez

O Presidente da República felicitou José Avillez pelo “Grand prix de l’Art de la Cuisine”, destacando que é “um reconhecimento internacional depois do aplauso” ao nível nacional.

Com a atribuição do prémio da Academia Internacional de Gastronomia, por unanimidade, de “melhor cozinheiro do mundo”, “fica uma vez mais patente a qualidade e a excelência dos profissionais portugueses”, escreve Marcelo Rebelo de Sousa numa mensagem publicada no ‘site’ da presidência.

“[É] um reconhecimento internacional depois do aplauso já conquistado em termos nacionais, estão de parabéns os portugueses, está de parabéns o ‘chef’ José Avillez”, acrescenta o Presidente da República.

“Este é mais um exemplo de que quando somos bons, somos mesmo os melhores”, lê-se ainda na mensagem.

O primeiro-ministro também felicitou o ‘chef’ português pelo prémio da Academia Internacional da Gastronomia. António Costa deu os parabéns a Avillez por colocar Portugal “uma vez mais a dar cartas à mesa”.

“Parabéns ao José Avillez pela atribuição, por unanimidade, do ‘Grand Prix de l’Art de la Cuisine’ da Academia Internacional de Gastronomia, em Paris. #Portugal uma vez mais a dar cartas à mesa”, escreveu Costa, na sua conta no Twitter.

Uma vida dedicada aos tachos

José Avillez tem vários restaurantes em Lisboa e no Porto, entre os quais o Belcanto (na capital), com duas estrelas Michelin e considerado um dos cem melhores restaurantes do mundo pela publicação Restaurant Magazine.

Comentários

be the first to comment on this article

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Ir para TOPO
Translate »