Mulher morta pelo marido em Lisboa após anos de violência doméstica

Suspeito da prática reiterada de crime de violência doméstica nos últimos dias, que culminou com a morte da vítima, ficou em prisão preventiva

Uma mulher morreu, em Lisboa, depois de ter passado dois anos a sofrer de violência doméstica. O marido, um homem de 44 anos, foi detido no dia de Santo António, na Penha de França, em Lisboa.

Ao que conseguimos apurar, o suspeito da prática reiterada de crime de violência doméstica nos últimos dias, que culminou com a morte da vítima, de 43 anos, ficou em prisão preventiva.

O suspeito foi presente no Tribunal Judicial da Comarca de Lisboa – Juízo de Instrução de Lisboa, para 1º Interrogatório Judicial, tendo-lhe sido aplicada a respetiva medida de coação. 

Sabemos ainda que tudo começou com uma discussão entre o casal, na própria habitação, na presença do filho menor de 15 anos. Quando a discussão se tornou mais intensa, o suspeito pediu ao adolescente que saísse e fosse à rua fazer umas compras.

Passado algum tempo, o alegado agressor terá ligado ao filho, pedindo-lhe que regressasse a casa, uma vez que a mãe se encontrava inanimada. O alerta foi dado por volta das 14:00, do dia 13 de junho, mas as autoridades quando chegaram ao local, já a vítima se encontrava cadáver. 

A mulher, de 43 anos, sofria de violência doméstica há pelos menos dois, visto que estava sinalizada desde 2017. Os episódios de violência eram praticados na presença do filho menor do casal, que foi entregue ao avô paterno.

 

Comentários

be the first to comment on this article

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Ir para TOPO
Translate »