Madonna “Madame X” é uma carta de amor a Portugal

A “Material Girl” transforma-se em Madame: “Madame X”. O alter-ego da cantora dá nome ao álbum número 14, lançado a 14 de junho, aos 60 anos. A canção número 15 é cantada na língua portuguesa. Números que se misturam as letras das músicas, influenciadas pela vida em Lisboa e que trazem muitos convidados pelo braço

“Ela sente a responsabilidade de inspirar, de ajudar, de trazer luz a locais escuros. E assume a personagem que for necessária para conseguir o que quer. Portanto, Madam X, é um camaleão”, explica Madonna.

“Medellín,” o principal single do disco, é um dueto com uma super-estrela latina – o colombiano Maluma. E ”CRAVE” é uma colaboração com o rapper Swae Lee. As pistas refletem as múltiplas personalidades de Madam X. “Às vezes é uma combatente pela liberdade, outras vezes é instrutora de “cha cha cha”, outras tem saudades do amor, às vezes sente uma certa nostalgia da infância e do passado. Às vezes, pensa em todas as pessoas no mundo que estão a sofrer e que não têm voz… E que precisam de uma voz… E tem um sentido de responsabilidade para com essas pessoas”, disse Madonna.

A brasileira Anitta também está na lista de convidados, com uma versão de um sucesso de Blaya. Um disco repleto de forças criativas, mas “Madam X” é a principal.

Comentários

be the first to comment on this article

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Ir para TOPO
Translate »