PS ganha confortável eleições com cerca de 70% de abstenções

O PS ganha sem subir muito dos resultados das passadas eleições, mas confortavelmente perante o recuo do PSD, CDS e PCP . Rui Rio liderou o partido ao pior resultado da história do PSD. A surpresa da noite foi a eleição de Francisco Guerreiro, do PAN e a abstenção que cifrou em cerca de 70%.

Assim o PS alcançou 33,39% dos votos, elegendo nove deputados e aumentando a sua representação no Parlamento Europeu. O derrotado destas eleições, o PSD, alcançou 22,15%, embora mantendo seis deputados europeus. A estreia na eleição de eurodeputados é o PAN, que obteve 5,05%, e elegeu  Francisco Guerreiro numa consulta às urnas em que as forças de direita em Portugal saíram derrotadas.

O terceiro lugar foi para o BE, que obtém 9,79% dos votos e dobra a sua representação, elegendo dois deputados. Segue-se a CDU, com 6,70%, outro dos derrotados da noite e perdeu um dos três deputados que elegeu há cinco anos. Já o CDS desce para quinta força política portuguesa no Parlamento Europeu, ficando com 6,20% e mantendo um eurodeputado.

Na correlação de forças entre esquerda e direita, fica clara com a subida da esquerda em relação às últimas legislativas.

Comentários

be the first to comment on this article

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Ir para TOPO
Translate »