CONSERVADORES ESMAGADOS NAS ELEIÇÕES LOCAIS

Depois da totalidade dos 248 condados contados, os Liberais Democratas são os grandes vencedores das Eleições Locais no Reino Unido, vencendo em 18 distritos municipais, mais 12 do que o último plebiscito em 2015, e elegeram 1.350 vereadores, mais 703, demarcando-se dos dois maiores partidos, Conservador e Trabalhista, que perderam 1.334 e 82 vereadores respectivamente.

No que diz respeito às Câmaras Municipais (County Councils) os Conservadores venceram em 93, menos 49 que em 2015, os Trabalhistas conservaram 60, menos 6, os Liberais Democratas ganharam 18, mais 12 e 77 Câmaras ficaram sem maiorias que obriga a coligações para as gerir.

Um resultado que a primeira ministra justifica pelo descontentamento geral de como tem sido conduzido o Brexit e que lança um repto ao Governo a “sair da União Europeia” quanto antes. Opinião contestada por grande parte dos partidos com assento na Câmara de Comuns, que, embora concordando que o Brexit jogou uma parte importante nestas eleições, afirmam que o crescimento dos partidos pró-europeus contrapõe essa afirmação, confirma a necessidade de voltar a consultar o eleitorado e perceber a sua opinião sobre a saída ou manutenção do Reino Unido na União Europeia.

Por fim, conservadores e trabalhistas receberam cada 28% das preferências do eleitorado, o liberais democratas 19% e os outros partidos e independentes 25%.

Comentários

be the first to comment on this article

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Ir para TOPO
Translate »